Contato: (21) 9 9370-1118 | diego@infointerativa.com

Alterar permissões de arquivos e diretórios no terminal

Muito além da utilização do CHMOD, você pode atualizar as permissões através do terminal sem precisar fazer diretório por diretório.

Basta utilizar os seguintes comandos:

Para alterar permissões de diretórios:

sudo find /var/www/NOMEDAPASTA/ -type d -exec chmod 755 {} \;

Para alterar permissões de arquivos:

sudo find /var/www/NOMEDAPASTA/ -type f -exec chmod 644 {} \;

Atualizando o Ubuntu via Terminal

Para saber qual a sua versão atual, execute o seguinte comando:

lsb_release -a

Passo 1. Faça login com sua conta em um terminal do Ubuntu server;
Passo 2. Instale o update-manager-core primeiro, executando o comando abaixo:

sudo apt-get install update-manager-core

Passo 3. Em seguida, abra o arquivo de configuração para edição.
Se preferir, use o VIM ou NANO ou qualquer outro editor disponível:

sudo vi /etc/update-manager/release-upgrades

Passo 4. Dentro do arquivo, modifique a linha Prompt para que fique como “Prompt=normal”.
Salve e feche o arquivo;
Passo 5. Inicie o processo de atualização com o comando:

sudo do-release-upgrade -d

Passo 6. Agora siga as instruções na tela e logo estará pronto.

Pronto! Seu sistema está atualizado.

Spark inicializando com o Ubuntu

Spark inicializando automaticamente com o Ubuntu

 

1 – Pesquise por  “Aplicativos de Sessão”
2 – Ao abrir a Janela de Preferências dos Aplicativos de Sessão clique no botão ADICIONAR

3 – Preencha com os dados:
Nome:  Spark
Comando: /opt/Spark/Spark

4 – Salvar

Instalando Spark 2.6.3 no Ubuntu 14.04

Siga os passos abaixo e tenha o Spark instalado no Ubuntu 14.04 corretamente.

Procedimento via Terminal:

1- Baixando o pacote:
#wget http://download.igniterealtime.org/spark/spark_2_6_3.tar.gz

2- Descompactando o pacote:
#tar -zxvf spark_2_6_3.tar.gz

3- Criando o diretório spark
#sudo mkdir /opt/Spark

4- Movendo o diretório Spark para o diretório /opt
#sudo mv Spark/* /opt/Spark

5- Entrando na pasta /opt/Spark
#cd /opt/Spark/

6- Editar o arquivo spark.desktop
#sudo nano /usr/share/applications/spark.desktop
obs: Copie e cole o conteúdo abaixo.
========================================
[Desktop Entry] Name=Spark
Version=2.6.3
GenericName=Spark
X-GNOME-FullName=Spark
Comment=ignite realtime Spark IM client
Type=Application
Categories=Application;Utility;
Path=/opt/Spark
Exec=/bin/bash Spark
Terminal=false
StartupNotify=true
Icon=/opt/Spark/spark.png
TargetEnvironment=Unity
========================================

7-Baixando ícone do Spark
#sudo wget https://dl.dropbox.com/u/50880014/spark.png

8- Atualizando repositório:
#sudo apt-get update

9- Instalando pacote libxtst6:i386
#sudo apt-get install libxtst6:i386

10- Instalando pacote libxi6:i386
#sudo apt-get install libxi6:i386

11- Para rodar o programa, primeiro rode via terminal:
#/bin/bash /opt/Spark/Spark

12- Colocando o ícone Spark na Barra de Ícones(atalho)
Pesquise pelo primeiro ícone por: Spark

13-Arraste até a barra de ícones.
Boa sorte !!!

Dica por: Elton Andrade

Xampp (Lampp) | Ubuntu

XAMPP é um servidor independente de plataforma, software livre, que consiste principalmente na base de dados MySQL, o servidor web Apache e os interpretadores para linguagens de script: PHP e Perl.

 

XAMPP

O nome refere-se a abreviação de X (para qualquer dos diferentes sistemas operacionais), Apache, MySQL, PHP, Perl. O programa está liberado sob a licença GNU e atua como um servidor web livre, fácil de usar e capaz de interpretar páginas dinâmicas.

Baixar xampp-linux-1.8.2.tar.gz

Criar a pasta /opt
1 $ cd ~/Downloads
2 $ sudo mkdir -p /opt
Extrair os arquivos para a pasta /opt
1 $ sudo tar xvfz xampp-linux-1.8.1.tar.gz -C /opt
Ativar o Servidor Lampp
1 $ sudo /opt/lampp/lampp start
Reinicializar o Servidor Lampp
1 $ sudo /opt/lampp/lampp restart

Parâmetro Descrição
Fonte: http://www.apachefriends.org/pt_br/xampp-linux.html
start Inicia o XAMPP.
stop Para o XAMPP.
restart Para e reinicia o XAMPP.
startapache Inicia apenas o Apache.
startssl Inicia o suporte a SSL do Apache. Este comando ativa permanentemente o suporte a SSL, mesmo reiniciando o XAMPP, o SSL continuará ativado.
startmysql Inicia apenas o banco de dados MySQL.
startftp Inicia o servidor ProFTPD. Via FTP você poderá enviar arquivo para o seu servidor (usuário “nobody”, senha “lampp”). Este comando ativa o ProFTPD permanentemente, mesmo você reiniciando o XAMPP futuramente, o FTP continuará ativado.
stopapache Para o Apache.
stopssl Para o suporte a SSL do Apache. Este comando desativa permanentemente o suporte a SSL, mesmo reiniciando o XAMPP, o SSL continuará desativado.
stopmysql Para o banco de dados MYSQL.
stopftp Para o servidor ProFTPD. Este comando desativa o ProFTPD permanentemente, mesmo você reiniciando o XAMPP futuramente, o FTP continuará desativado.
security Inicia uma pequena checagem de segurança.

Descobrindo informações da Placa-mãe no Linux

Método 1: dmidecode

Procure por “dmidecode” em seus repositórios e instale-o, e se não o encontrar, acesse:
http://www.nongnu.org/dmidecode/

Use o comando:
# dmidecode | more

Método 2: lshw

Procure por “lshw” em seus repositórios, se não o encontrar acesse:
http://ezix.org/project/wiki/HardwareLiSter

Instale o aplicativo lshw.
Use o comando:
# lshw -class system

Descompactando arquivos no Linux

Vou listar alguns comandos úteis para o dia-dia pra que utiliza o terminal.

Arquivos zip (instalar o unzip através do apt-get):
$ unzip ARQUIVO

Arquivos rar:
$ unrar ARQUIVO ou
$ rar x ARQUIVO

Arquivos .tar:

$ tar xf ARQUIVO

Arquivos tar.gz:
$ tar -vzxf ARQUIVO

Arquivos tar.bz2:
$ tar -vxjpf ARQUIVO ou
$ tar xjf ARQUIVO

Arquivo bz2:

$ tar bunzip2 ARQUIVO

Arquivos 7-zip:
$ 7z x ARQUIVO ou
$ 7z a archive.7z XYZ/* (compactar os arquivos da pasta XYZ)
$ 7z e archive.7z

Arquivo .tgz:

$ tar xzf ARQUIVO

Arquivo .tbz2:
$ tar xjf ARQUIVO

Como Instalar o Spark no Ubuntu?

Primeiro passo depois do download do arquivo:
1- Vá para o diretório onde você salvou o arquivo.

2- Depois descompacte o arquivo utilizando o seguinte comando:
tar xvfz spark_2_5_8.tar.gz

3- Mova a pasta Spark para uma pasta da sua escolha, por exemplo, “opt”. Para mover a pasta utilize o comando:
sudo mv Spark/ /opt/

4- Para adicionar um atalho do aplicativo no menu “Aplicativos”, clique com o botão direito do mouse em “Aplicativos” e depois clique em “Editar menus”.

5- Seguidamente no separador esquerdo selecione o menu internet e clique em “Novo item”.

6- No campo nome coloque o nome do programa e no campo comando coloque o caminho do executável. No caso: /opt/Spark/Spark e clique em “OK”.

Pronto!

Ubuntu com o visual antigo

Não gostou do visual que o Ubuntu começou a apresentar a partir da sua 10ª versão?

É fácil, apenas instale um complemento para ter a opção do modo antigo.

No terminal, instale-o com o seguinte comando:
#apt-get install gnome-session-fallback

Pronto, reinicie e na hora de fazer o login, verifique próximo ao nome do usuário uma engrenagem com a opção “GNOME CLASSIC”.

Instalando o Webmin no Ubuntu Server

Edite o arquivo /etc/apt/sources.list, inserindo as seguintes linhas:

deb http://download.webmin.com/download/repository sarge contrib
deb http://webmin.mirror.somersettechsolutions.co.uk/repository sarge contrib

Próximo passo:

apt-get update
apt-get install webmin

Pronto, para acessar, endereço do servidor, mais a porta 10000.
Ex.: http://webmin.teste.br:10000